Campanha nacional de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira

A campanha nacional de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira e se estenderá até o dia 22 de maio. Durante esse período, poderão ser imunizadas crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, pessoas com mais de 60 anos, indígenas, profissionais de saúde e do sistema prisional, população carcerária, gestantes, mulheres com até 45 dias depois do parto e doentes crônicos (como obesos, diabéticos e pessoas com insuficiência cardíaca). O Ministério da Saúde distribuiu 54 milhões de doses da vacina.

A vacina, produzida pelo Instituto Butantan, oferece proteção contra três tipos do vírus influenza: o B, o H1N1 e o H3N2. Como o vírus da gripe é mutante, a vacina contra a doença também varia a cada ano. Por isso, pessoas do grupo prioritário que já foram imunizadas devem ser vacinadas de novo. Pacientes com doença crônica precisam apresentar uma prescrição médica para que possam ser imunizados.

As pessoas que não fazem parte do público-alvo da campanha podem ser imunizadas em clínicas da rede privada. A vacina, no entanto, não é recomendada a determinados grupos – como crianças com menos de seis meses e pessoas que já apresentaram reação alérgica grave à vacina.

Durante a campanha, haverá mais dois tipos de vacina: a pneumocócica 23-valente e a contra a difteria e tétano. A primeira é responsável pela prevenção de doenças como pneumonia, meningite e infecção generalizada do sangue e será destinada aos idosos hospitalizados ou residentes em instituições, às pessoas com doenças crônicas) e aos imunodeprimidos.

Fonte: Veja

Campanha de combate ao Sarampo

IMG_20150408_100301062Os dias 8 e 9 de Abril de 2015 foram de vacinação contra o Sarampo no Hospital Batista Memorial, uma ação do Serviço Social com o apoio da enfermagem. Graças ao empenho das equipes envolvidas, 100 funcionários já estão imunizados contra a doença.

O sarampo é considerado uma doença viral aguda grave e altamente contagiosa, causada por um vírus chamado Morbillivirus. Os sintomas vão desde as manchas avermelhadas na pele (exantema maculopapular eritematoso), que começam no rosto e progridem em direção aos pés, além de febre, tosse, mal-estar, conjuntivite, coriza, perda do apetite e manchas brancas na parte i8nterna das bochechas (exantema de Koplik). Quando a doença se agrava podem ocorrer Otite, pneumonia, encefalite.

O tratamento objetiva o alívio dos sintomas, ou seja, O tratamento é sintomático. A pessoa com sarampo deve fazer repouso, ingerir bastante líquido, comer alimentos leves, limpar os olhos com água morna e tomar antitérmicos para baixar a febre. Em algumas situações, existe a necessidade de tratamento para o elevar a imunidade.

Fiquem atentas as recomendações:

  • A vacina contra o sarampo é a melhor forma de evitar a doença que pode ser grave;
  • O sarampo é uma doença altamente contagiosa e de caráter epidêmico;
  • Se aparecerem manchas avermelhadas não deixe de procurar atendimento médico na pele de sua criança, mesmo que ela tenha sido vacinada contra o sarampo;
  • Analisar se você teve a doença na infância ou tomou a vacina quando criança. Se existir dúvida é necessário buscar um centro de vacinação.

Priscila Leite Soares.
Serviço Social.

Campanha de tratamento e prevenção da tuberculose

No dia 24 de março o calendário nos informa sobre uma das doenças mais detectadas no Brasil: a Tuberculose. A tuberculose é uma doença desenvolvida por uma bactéria chamada bacilo de Koch e ela ataca principalmente os pulmões, mas pode haver também em outras partes do corpo como: rins; ossos; e pleuras (que é uma membrana que envolve os pulmões).

O método de prevenção é a vacina BCG que é indicada para crianças de 0 a 4 anos. Com o surgimento da vacina, diminuíram muito os casos da doença, mantendo maiores cuidados no atendimento ao público.

Após o diagnostico da doença procure um posto de saúde mais próximo de sua casa para começar o tratamento que deve ser realizado ao longo de 6 meses, procurando sempre finalizar o tratamento a ser seguido.

Sintomas da Doença:

 

  • Tosse por mais de 3 semanas acompanhada ou não de febre no fim do dia
  • Suor noturno
  • Fraqueza no corpo
  • Perda de apetite
  • Dores no peito e/ou nas costas
  • E às vezes escarro com sangue.

 

Estes são os sintomas que podem detectar a doença.

E por último vale ressaltar que o tratamento não pode ser abandonado, mesmo que desapareçam os sintomas, pois tuberculose mal tratada pode matar e ainda potencializa o seu efeito de transmissão para outras pessoas (lembrando que locais fechados e mal ventilados favorecem a transmissão da doença).

Autor(a): Claudenia Vasconcelos – Estagiária do Serviço Social

Vereadora Cristhina Brasil defende revitalização e restruturação do Hospital Batista Memorial

Pelo tempo da liderança partidária, na manhã desta quinta-feira, 19, a vereadora Cristhina Brasil (PTdoB) defendeu políticas públicas sustentáveis direcionadas à população idosa. A parlamentar afirmou que não falta ações públicas para esse público, mas que essas políticas estão sendo efetivadas de forma deslocada, não atendendo a intersetorialidade.

“Enquanto não aprendermos a fazer políticas intersetoriais, vamos fingir que fazemos políticas públicas. Temos que levantar essa bandeira, acolher essa ideia e deixar de tratar cada um só de seu umbigo”, disse a vereadora.

Ainda dentro de um debate sobre a saúde em Fortaleza, Cristhina fez um apelo aos profissionais médicos e Secretaria de Saúde, que ajude na reestruturação e revitalização do Hospital Memorial Batista. Segundo a vereadora, o hospital passa por grandes dificuldades financeiras.

“Vamos discutir uma solução, uma estratégia para resolver esse problema. O Hospital já pediu um suporte financeiro para o Ministério da Saúde, com o objetivo de reestruturar e revitalizar o equipamento”, finalizou.

fonte: CMFOR

Funcionários do Hospital Batista Memorial juntos na Doação de Sangue

Nos dias 03 e 04 de Dezembro de 2014, 40 funcionários do Hospital Batista Memorial foram mais uma vez ao HEMOCE para doação de Sangue.

Todos os dias, milhares de pessoas necessitam de doação de sangue. Agora, nesse exato momento, existe alguém que está precisando de sangue. Provavelmente, os motivos são os mais diversos como acidentes, cirurgias, anemia, leucemia e dentre outros.

O sangue é um tecido essencial para o bom funcionamento do corpo humano, considerado insubstituível. Essa é a justificativa da doação de sangue ser tão importante. Doar sangue não tem nenhum risco a saúde. É um ato de cidadania, solidariedade. O Serviço Social parabeniza a
todos os funcionários que participaram da Campanha.

Para ser Doador de Sangue é Preciso:

  • Estar bem de saúde.
  • Apresentar um documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.
  • Ter entre 16 e 69 anos.
  • Ter mais de 50kg.
  • Estar bem alimentado.

O HEMOCE zela pela saúde de seus doadores. A coleta é feita em ambiente limpo e todo o material utilizado é descartável, evitando qualquer possibilidade de contaminação. A coleta é feita por uma equipe especializada e com acompanhamento médico. Antes da doação é feita uma avaliação clínica com exame físico, verificação do peso e realização de teste para anemia.

A doação não traz danos para o doador, já que o sangue doado é rapidamente reposto pelo próprio organismo. A quantidade de sangue coletada é de aproximadamente 450ml, ou seja, menos de 10% do volume em circulação no corpo. Logo após a doação o organismo começa a trabalhar para compensar a quantidade retirada, em 24 horas o volume será o mesmo e outros fatores e células do sangue estarão em níveis anteriores à doação em alguns dias.

Fonte: Hemoce

Priscila Leite Soares

Coordenação Serviços Social